Carregando Postagens...

O VALOR DA CONQUISTA

O ano era 1982 e o lugar Manaus, Amazonas, meu pedaço de chão...

Quando minha mãe faleceu naquele ano, eu morava com minha irmã Dalva. Dias depois do funeral  minha avó veio se juntar a nós duas. Minha casa não tinha muita coisa, além de um banco de madeira de três pernas, duas redes e um chão batido de terra coberto de cimento vermelho. Era tudo o que possuíamos para seguir adiante com nossas vidas.

Naquele mês de maio, a primavera se erguia danada de agitada. Havia um dia apenas que minha mãe tinha sido enterrada. Fiquei chocada quando o sol apareceu - como ele poderia ter a ousadia de surgir brilhando ? Mas ele brilhou e eu chorei. Estava triste. Muito triste.

Passada aquela semana retornei para a Sonora, na época o maior laboratório fotográfico da América Latina e tinha pela frente um grande desafio: Aprender a fazer Marketing e pesquisa de mercado em um departamento com apenas três pessoas, sendo eu a mais jovem de 17 anos.

Era muito pequena e franzina na época; comia pouco pela tristeza e também pela falta de recursos financeiros. Contudo, se o mundo ao redor não me ofertava granes possibilidade, na minha mente tudo acontecia ao contrário. Desejava muito fazer minha vida valer a pena.

 Estudava Técnicas Administrativas no secundário, aprendia inglês com americanos missionários e ampliava meus conhecimentos com meu líder, um paulista  expert em Marketing e Pesquisas de Mercados. Apesar das labutas grandiosas naquele departamento, tudo que eu planejava para aquele começo de carreira era comprar um lugar decente para sentar em casa. Eu queria ter um sofá  ! 

Isso mesmo, somente um sofá. Até aquela data não sabia o que era sentar num canto tão macio na minha casa. E foi exatamente um sofá de três lugares, que comprei com meu primeiro salário. Não posso deixar de descrever quantas horas olhei para o barranco naquele sábado para aguardar o caminhão chegar e os carregadores descerem com meu sofá.

- Mamãe - assim chamava minha avó materna - venha ver como é lindo !  Ela já velhinha de oitenta e poucos anos veio à sala e juntas abraçadas começamos a chorar. - Esse tem meu dinheiro e daqui para a frente nada vai me parar. Vamos botar o banquinho na cozinha. Ali estava materializado meu primeiro premio. 

Mas não parei com o sofá...sonhava alto: viagens de avião, casas confortáveis, carros, graduações, cursos no exterior etc etc. Veio tudo. Todas as minhas metas foram conquistadas uma a uma.

Hoje aos cinquenta e dois anos, já aposentada por uma gigante do ramos  químico americana, após vinte e cinco anos de trabalho na função de Coach e Coordenadora de Treinamentos, olho para o passado e digo: Caramba, como foi que consegui tantas coisas positivas ?!  Dedicação. Otimismo. Confiança. Planejamento e planejamento. Segredos que podem ser o alicerce de outros grandes seres humanos, como você que me lê.

Não há ninguém melhor que o outro. Não há inteligência superior ou inferior em se tratando de pessoas. Não há força social, que possa ser capaz de  matar um desejo. Não... nada ! Todas as pessoas nasceram para brilhar. O céu não tem limite.

A minha carreira na empresa americana foi encerrada em 2014, mas meus caminhos se alargaram e agora tenho o mundo. Poderei seguir em frente sempre, caminhando, aprendendo, reciclando e apoiando outras pessoas. Assim é a jornada que acredito.

Do fundo do meu coração desejo,  que você seja feliz em sua caminhada como humano nesta Terra fantástica de meu Deus maravilhoso.

 Felicidades para você!

Denilza Munhoz
Psicanalista e Consultora empresarial.

Comentários

Deixe um Comentário

Posts Recentes

30/Outubro/2017

É fácil ser enganado?

26/Outubro/2017

Sucesso não é aplauso

17/Outubro/2017

Penalidade, Justiça e...

05/Outubro/2017

Holanda / curiosidades


Onde estamos ? clique aqui para ver o mapaFechar Mapa

Entre em Contato

Aguardamos seu contato!

Telefone

(71) 3288-1452

Email

accabem@hotmail.com

Localização

Rua Professor Theócrito Batista - s/n lt 39 - Caji, Lauro de Freitas - BA - 42700-000